PROFESSOR HÉLIO HIRAY MORRE AOS 59 ANOS EM AVARÉ

352 0

A Voz do Vale

O professor Hélio Hiray morreu neste sábado, dia 28 de maio, em Avaré. Ele estava com 59 anos.
Familiares e amigos vem postando diversas homenagens ao professor nas redes sociais. “Professor Hélio foi o único capaz de me incentivar a praticar esportes nessa vida. Foi treinador e amigo do meu pai, meu professor de escola, pai de um grande amigo de infância. Foi também uma das pessoas mais gentis e genuinamente boas que eu já conheci”, postou Isa Rodrigues.
Já Rosana Oliveira falou da importância de Hélio Hiray na educação e no esporte. “Quantas gerações aprenderam com você os cuidados com o corpo, disciplina, diversão nas gincanas, futebol, ginástica olímpica e tanto conhecimento. A sua Integridade e Dedicação nunca serão esquecidos por quem te conhecia. Tio Hélio, que seja iluminado esse seu encontro com o Criador. Vá em Paz”.
Carla Taioqui destacou a falta que o professor fará. “Obrigado professor🥋 pelos ensinamentos, amizade, sua alegria que era contagiante! Um homem maravilhoso, bondoso, divertido e espetacular. Vai deixar boas lembranças, principalmente por suas brincadeiras que nos alegrava durante as aulas. Que Deus receba de braços abertos! Sentiremos sua falta”.

HISTÓRIA – Graduado em Educação Física pela Escola Superior de Avaré (ESEFA-1986) e graduação em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Botucatu (1990).
Iniciou a vida esportiva com o Judô em 1972. Atuou na área de academia ministrando aulas de Karatê, Judô, Jiu-Jitsu, Ginástica Olímpica, Ginástica Aeróbica e Ginástica de Trampolim.
Professor da Faculdade de Educação Física desde 1988, onde lecionou ginástica geral, ginástica Artística e Lutas. Foi coordenador de Esportes do Colégio Universitário de Avaré, desde 2004, e também professor de Ginástica Artística.
Fez duas especializações na FEFISA, sendo a Ginástica Rítmica em 1987 e a Ginástica Olímpica em 1988. Fez Pós-Graduação (Lato-Sensu) em Educação Física Escolar, na Escola Superior de Educação Física de Avaré, no período de 1991 à 1992.
Em 1988 foi promovido a árbitro nacional de Ginástica Olímpica durante um Curso Nacional de Arbitragem. Atuou como árbitro de Judô até, aproximadamente, 1997, em diversos eventos desde regionais passando por estaduais, nacionais (Seletivas Nacionais para Mundiais e Olimpíadas) e um Internacional (Sul-Americano), onde portava a graduação de Yon-Dan (Faixa Preta 4° Grau) e Árbitro Internacional-FIJ-C.
Participou de vários cursos, na área da Educação Física e esportes, e ministrou Cursos e Clínicas sobre Arbitragem de Judô, pela Federação Paulista. Foi Delegado Regional da Federação Paulista de Judô, na 3a. Delegacia Regional Centro-Sul, nos anos de 1991 e 1992.

Atuou como orientador e bancas examinadoras de TCC, nas Faculdades Integradas Regionais de Avaré (FIRA), desde 2007 até o ano, 2018.
Cursou, em 2008, uma disciplina do Mestrado, do Programa de Saúde Coletiva, da Faculdade de Medicina de Botucatu-UNESP, como Aluno Especial. No ano de 2011 foi professor de Música para os 5s Anos do Colégio Universitário de Avaré. Substituiu a Diretora Pedagógica do Colégio Universitário de Avaré, em janeiro de 2011 e janeiro de 2012, por 20 dias em cada ano.
Foi Mestre de Cerimônia da Formatura da Educação Infantil, do Colégio Universitário de Avaré, em 2017, 2018 e 2019. Foi professor de Música para os alunos da 3ª Idade da Frea em 2019.

O sepultamento deverá ocorrer no domingo, dia 29 de maio, no Cemitério Municipal.

Veja Também

%d blogueiros gostam disto:

Net @ - sites para internet