ITAÍ – Polícia Civil prende irmãos que assaltaram e mataram motorista de empresa que transportava malote de dinheiro para pagamento de funcionários

169 0

Com os suspeitos foram localizados R$ 36.473 dos R$ 38 mil subtraídos, bem como a faca utilizar para tirar a vida da vítima

Dois irmãos, um de 24 anos e outro de 22, foram presos em flagrante na tarde de sábado, dia 04/09, pela Polícia Civil, no bairro Restinga Grossa, na zona rural de Itaí. A dupla é suspeita de roubar um malote de dinheiro com R$ 38 mil e matar o motorista que transportava a quantia, pertencente a uma empresa de Taquarituba, e que seria entregue a funcionários como pagamento por serviços prestados em um sítio em Itaí. Os suspeitos confessaram o latrocínio (roubo seguido de morte).
De acordo com a Polícia Civil, o assalto ocorreu no começo da manhã de sábado, 04/09, na estrada rural do Machula, em Itaí, quando os suspeitos interceptaram o caminhão conduzido por Julio Doniseti Antunes, de 56 anos, roubaram o malote de dinheiro que estava com ele e depois o mataram com golpes de faca, fugindo do local em seguida.
Um motorista que passava pela estrada viu o caminhão parado e o corpo caído próximo ao veículo. Ele tentou conversar com a vítima, mas ela não respondeu. A testemunha então conseguiu acionar a Polícia Militar com a ajuda de uma outra pessoa, por telefone. O SAMU também foi chamado e fez o resgate da vítima, que deu entrada no pronto-socorro de Itaí já sem vida.
A Polícia Científica também compareceu ao local e constatou que o caminhão estava com uma das portas abertas e o corpo da vítima fatal com ferimentos no pescoço e no tórax, semelhante a golpes de faca. Além disso, havia um rastro de pneu de arrancada de motocicleta na estrada.
Outro ponto que chamou a atenção das autoridades é que o caminhão utilizado pela vítima estava com o motor em funcionamento e com o ‘maneco’ (alavanca que aciona o freio estacionário do veículo) puxado, circunstância que segundo a Polícia pode levar a entender que o motorista parou o auto para conversar com alguém.
Com as informações preliminares colhidas no local do crime, os policiais civis de Itaí, com o apoio de policiais militares da cidade, imediatamente deram início às diligências para prender os assaltantes. Com trabalho de campo e de inteligência, foi possível colher informações com uma testemunha que contou detalhes de como os irmãos planejaram e executaram o assalto.
Após buscas na residência do irmão mais velho, os policiais localizaram no interior de um poço uma mochila amarrada em uma corda, contendo grande parte do dinheiro subtraído, em notas diversas, bem como vários demonstrativos de pagamento e a faca utilizada no crime, suja de sangue.
Ao ser abordado, o suspeito confessou o latrocínio praticado em conjunto com o irmão. Questionado sobre a origem do veículo, disse que pertencia ao irmão. Sobre o montante subtraído, afirmou que havia gastado apenas R$ 300,00, e que não descartava a hipótese de ter deixado cair parte do dinheiro durante a fuga. A motocicleta utilizada no roubo também foi encontrada no local.
Os suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes e Atendimento de Ocorrências de Taquarituba e autuados por latrocínio. Eles estão à disposição da Justiça e serão removidos a uma das unidades prisionais da SAP após a audiência de custódia.
Foi instaurado inquérito para dar continuidade às investigações desse caso. A Polícia Civil de Itaí suspeita que outros indivíduos tiveram participação no planejamento do crime e no fornecimento de informações da empresa para os assaltantes.

Veja Também

%d blogueiros gostam disto:

Net @ - sites para internet