COM APOIO DA OPOSIÇÃO, CÂMARA DERRUBA VETO E TORNA COMÉRCIO SERVIÇO ESSENCIAL EM AVARÉ

33 0

Fonte: A Voz do Vale

Em sessão extraordinária realizada na terça-feira, dia 30 de março, os vereadores da Câmara de Avaré derrubaram, por unanimidade, o veto do prefeito Jô Silvestre a lei que torna o comércio essencial em Avaré. A lei será sancionada e publicada ainda hoje. Caso isso ocorra, os comerciantes já poderão abrir seus estabelecimentos na quarta-feira, dia 31 de março.
Durante a discussão da derrubada do veto, o presidente da Associação Comercial Industrial e Agropecuária de Avaré (Acia), Cassio Jamil, fez uso da palavra e agradeceu a todos os vereadores. Ele também falou sobre a situação do comerciante, que seria desesperadora.
“Nunca tivemos duvidas que nenhum vereador seria contra o comércio. Mais de 70% da renda do municio vem do comercio e serviços. A situação é desesperadora. O tempo que ficar essa lei, vai ajudar o comerciante, pois a gente vem recebendo vários empresários dizendo que a situação é desesperadora e temos informações que temos mais de 5 mil desempregados em Avaré. Agradeço a todos os vereadores, pois tem consciência e gratidão de tudo isso que vocês estão fazendo isso. Sabemos os riscos, mas temos que fazer a nossa parte”, disse.
O vereador Hidalgo Freitas (PSD) fez questão de deixar claro que os vereadores oposicionistas nunca foram contrários ao projeto. “Ninguém é contra a abertura do comércio ou do comerciante. Estamos sempre em busca de defender e beneficiar o comércio, os funcionários, que há tanto tempo que está sofrendo com essa situação”.
A vereadora Adalgisa Ward também falou sobre inverdades que foram postadas em redes sociais. “Rolou nas redes sociais que eu estava contra os comerciantes e isso não é verdade. Estou do lado do comércio e dos comerciantes. Tivemos o veto do prefeito responsabilizando a Câmara por tudo que vai acontecer e por isso pedimos vistas ontem, mas não temos como votar contra a esse projeto”.
Já o vereador Luiz Cláudio afirmou ter ficado surpreendido com o veto do prefeito Jô Silvestre a lei. “Sempre fomos a favor dos comerciantes da cidade, a válvula propulsora do desenvolvimento de Avaré. Fomos surpreendidos pelo veto do prefeito, mas nós vamos votar favorável a abertura do comércio”.
No final, o veto do prefeito foi derrubado por unanimidade.

Veja Também

%d blogueiros gostam disto:

Net @ - sites para internet