Corinthians vence Sorocaba e fica com a vaga na Libertadores de futsal

109 0

Em duelo entre últimos campeões da Supercopa, Timão leva a melhor e vence por 3 a 2, com um jogador a menos na reta final

Por Redação do ge — São Paulo, SP

O Corinthians será o representante brasileiro na Libertadores de futsal. A definição aconteceu na tarde deste domingo após vitória por 3 a 2 sobre o Sorocaba, em duelo entre os dois últimos campeões da Supercopa realizado no ginásio Wlamir Marques, no Parque São Jorge, em São Paulo
A disputa de uma edição especial entre os dois últimos campeões da Supercopa foi necessária após o cancelamento da edição de 2020 da Libertadores, provocada pela pandemia de coronavírus. O duelo também marcou o reencontro das equipes após decidirem o título da Liga Nacional na temporada passada, quando o Sorocaba foi campeão.
A vitória do Corinthians também quebrou uma invencibilidade que durava mais de um ano: o time do interior paulista não era derrotado desde dezembro de 2019. Até então, eram 28 vitórias e quatro empates no período.
Campeão da edição especial da Supercopa, o Corinthians buscará um título ainda inédito em sua história – o Sorocaba já havia sido campeão em 2015. A competição continental será disputada entre os dias 1º e 8 de maio, em Montevidéu, no Uruguai.

O jogo

O confronto Corinthians e Sorocaba começou de forma frenética e com o placar sendo movimentado logo nos minutos finais. O Corinthians abriu o marcador num contra-ataque rápido, com Deives completando para as redes uma bela troca de passes.
Logo em seguida, o Timão toma o empate numa infelicidade: após cobrança de escanteio, a bola desvia na zaga e engana o goleiro Careca. Depois desse começo, as equipes se alternaram no comando da partida, mas sem grandes chances. A melhor foi para o Sorocaba, com Charuto acertando a trave de Careca.
Lance da partida entre Corinthians e Sorocaba pela final da edição especial da Supercopa — Foto: Guilherme Mansueto/Magnus Futsal
No segundo tempo, o Corinthians volta com Éder Lima, que desequilibra o jogo, principalmente nas faltas. Com pouco mais de quatro minutos de rolando, o Sorocaba já havia cometido quatro faltas – três delas em Éder –, contra apenas uma do Timão. Além de receber muitas faltas, Éder Lima também levou criou chances com seu forte chute de canhota, exigindo boas defesas do goleiro Djony.
A situação do Sorocaba se complicou quando, faltando 14 minutos para o fim, o time do interior chegou à sua quinta falta. E logo na sequência a arbitragem vê falta de Danilo Baron e o Timão teve tiro livre para cobrar: Jackson cobrou e colocou o Timão em vantagem: 2 a 1.
O Sorocaba começou a se arriscar e adiantou o goleiro Djony quase como um goleiro-linha. O Corinthians quase ampliou por cobertura com Djony fora do gol. Mas faltando 11 minutos, Lucas Gomes deu belo drible e solta a bomba, no ângulo, para empatar a partida: 2 x 2.
Mesmo pressionado pelo estouro de limite de fotos, foi o Sorocaba que cresceu na partida e jogou quase o tempo todo no campo do rival, inclusive com seu goleiro Djony. Porém, faltando 3’26”, o Corinthians aproveita um erro do capitão Rodrigo e deixa Leandro Caires livre apenas para desviar do goleiro Djony.
Na saída de bola, o Sorocaba já volta com Danilo Baron como goleiro-linha e vai para o tudo ou nada. Faltando 1’45”, Éder Lima faz falta duríssima em Rodrigo e recebe o cartão vermelho, deixando o Timão com um jogador a menos na reta final do jogo. Mesmo com um a mais, o Sorocaba adota o goleiro-linha. Faltando três segundos, Leozinho ficou sozinho e acertou a trave, mas o cronômetro zerou e o Corinthians venceu de forma heroica: 3 a 2.

Legenda
Corintianos festejam o título da edição especial da Supercopa e a vaga na Libertadores — Foto: Yuri Gomes/Corinthians

Veja Também

%d blogueiros gostam disto:

Net @ - sites para internet