Região de Itapetininga regride à fase laranja do Plano São Paulo

315 0

Parte das cidades da região faz parte do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Sorocaba. Já as cidades da região de Avaré, que pertecem à DRS de Bauru, permanecem na fase amarela, menos restritiva.

Por G1 Itapetininga e Região

Os municípios da região de Itapetininga regrediram para a fase laranja do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena. As mudanças terão início a partir de segunda-feira (11), segundo o governo do estado.
As regras de funcionamento das atividades na fase laranja também foram alteradas pelo governo e ficaram mais flexíveis. Agora, os salões de beleza, as academias de ginástica e parques poderão ficar abertos. Já o atendimento presencial em bares continua proibido.

O que muda na fase laranja:

Abre e fecha: as atividades serão permitidas em todos os setores comerciais (academias, salões de beleza, restaurantes), com exceção nos bares. Neles, o atendimento presencial será proibido.
Capacidade: os comércios poderão receber até 40% de clientes em relação à capacidade. Antes era de 20%.
Horário: os comércios poderão funcionar até 8h por dia. Antes, o limite máximo era de 4h.
Atendimento presencial: o limite máximo será até as 20h. Após esse horário será proibido.
Parques estaduais: não haverá restrição. Eles poderão ser abertos, desde que adotem as medidas de higiene e distanciamento.
A região de Itapetininga faz parte do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Sorocaba. Nela estão as cidades de Alambari, Angatuba, Boituva, Bom Sucesso de Itararé, Buri, Campina do Monte Alegre, Capão Bonito, Cerquilho, Cesário Lange, Guapiara, Guareí, Itaberá, Itapetininga, Itapeva, Itararé, Jumirim, Nova Campina, Pilar do Sul, Quadra, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande, Riversul, São Miguel Arcanjo, Sarapuí, Tapiraí, Taquarivaí, Tatuí e Tietê.
Já os municípios da região de Avaré são do DRS de Bauru. Eles permanecerão na fase amarela.
Além da região de Sorocaba, o governo recuou outras três para a fase laranja. São elas: Presidente Prudente, Marília e Registro foram para a fase laranja. O restante do estado foi mantido na fase amarela.
A cor no mapa é determinada por uma série de critérios, entre eles taxa de ocupação de UTIs e total de leitos a cada 100 mil habitantes. Esses indicadores são avaliados junto com dados de mortes, casos e internações por Covid-19 para determinar a fase em que se encontra cada região.

Aumento de casos

Medidas mais rígidas eram esperadas para conter o avanço de casos da Covid-19 no estado. Em reunião com os prefeitos na última quarta-feira (6), o secretário da Saúde Jean Gorinchteyn elevou o tom e cobrou empenho na fiscalização das medidas de isolamento estabelecidas pelo plano estadual da quarentena.
Na ocasião, ele afirmou que o estado está contratando profissionais e ampliando o número de leitos. O objetivo é tentar conter o avanço da doença, pois, segundo ele, o cenário deve ser visto com temor.

Natal e Ano Novo

Para tentar conter o avanço da contaminação, a gestão João Doria (PSDB) regrediu todo o estado para a fase vermelha, mais restritiva da quarentena, nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1º, 2 e 3 de janeiro.
Durante o período, apenas serviços essenciais eram autorizados a funcionar, mas várias cidades e estabelecimentos comerciais não seguiram as determinações.
No final do ano passado, o governo também determinou que nenhuma região fosse autorizada a avançar para a fase verde, a menos restritiva, durante o mês de janeiro.

Plano São Paulo

O Plano São Paulo regulamenta a quarentena em todo o estado, classifica as regiões do estado em cores, determinando quais locais podem avançar nas medidas de reabertura da economia. Os critérios que baseiam a classificação das regiões, são:
Ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs)
Total de leitos por 100 mil habitantes
Variação de novas internações, em comparação com a semana anterior
Variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior
Variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior

Veja mais notícias no G1 Itapetininga e Região

Veja Também

%d blogueiros gostam disto:

Net @ - sites para internet