ESSE É O MEU GOL – 100 vezes Rogério Ceni: há nove anos ex-goleiro marcava centésimo gol

101 0

Em Majestoso pelo Campeonato Paulista de 2011, goleiro atingia a marca histórica com a camisa do São Paulo

(CRÉDITO: RUBENS CHIRI / SAOPAULOFC.NET)
Letícia Denadai,
especial para o site da FPF*

27 de março de 2011: um domingo que poderia ser apenas mais uma data comum, mas que entrou para a história do futebol mundial. Há exatos nove anos, em um Majestoso pelo Paulista, Rogério Ceni marcava seu 100ª gol . Ao todo, o goleiro ex-São Paulo anotou 131 gols em toda a sua carreira.
Ambas as equipes estavam muito bem no torneio -o Corinthians era líder, com 34 pontos, enquanto o São Paulo era o terceiro colocado, com 31. Além de tudo, a equipe alvinegra vinha de 11 jogos de invencibilidade sobre o rival. A partida, que terminou com triunfo Tricolor por 2 a 1, aconteceu na Arena Barueri.
No início do confronto, o Corinthians dominou as ações, mas Dagoberto abriu o placar para o São Paulo aos 40 do primeiro tempo. Mas a tarde era para ser de Rogério Ceni. O goleiro, que já havia feito grandes defesas durante a partida, viu Ralf cometer falta em Fernandinho na entrada da área rival. Aos oito minutos da segunda etapa, o capitão atravessou o campo, ajeitou a bola e bateu no ângulo direito de Júlio César, marcando seu centésimo gol. Dentinho ainda descontou para o Corinthians, mas nada que impedisse a festa tricolor.
Na época, Rogério destacou, para a TV Globo, a importância da marca histórica -até hoje, nenhum outro goleiro alcançou o recorde. “Você conseguir 100 gols pelo mesmo time na carreira é, sem dúvida, motivo de orgulho. Para mim é motivo de orgulho”, disse à época.

Paulistão: o início
Rogério Ceni levou 14 anos para completar os cem gols. O primeiro gol do ex-arqueiro aconteceu em 1997, no dia 15 de fevereiro, em uma partida contra o União São João, pelo Campeonato Paulista. O estadual é o segundo torneio que Ceni mais marcou na carreira, atrás apenas do Campeonato Brasileiro. Ao todo, foram 38 gols marcados, sendo 18 de falta e 20 de penâlti. Santos, Palmeiras e Mogi Mirim foram as maiores vítimas do ex-jogador, levando três gols cada.
O goleiro também anotou contra Corinthians, Portuguesa Santista, Ituano, Linense, Guarani, Rio Branco, Paulista e Inter de Limeira, que levaram dois gols. São José, Santo André, União São João, Noroeste, Juventus, Ponte Preta, Rio Claro, XV de Piracicaba, Red Bull Brasil, São Bento, Portuguesa, América e Marília levaram um gol do ex-goleiro e agora técnico do Fortaleza.
Ao todo, foram 37 jogos em que o ex-jogador balançou as redes -no confronto contra a Inter de Limeira, Rogério marcou duas vezes. Sempre que marcou, Ceni coleciona um retrospecto de 32 vitórias, três empates e apenas duas derrotas, com aproveitamento de 89%.

Ficha Técnica:
São Paulo 2 x 1 Corinthians
Local: Arena Barueri, em Barueri;
Data: 27/03/2020;

Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima
Assistentes: Celso Barbosa de Oliveira e Carlos Alberto Funari
Assistentes adicionais: Luiz Flávio de Oliveira e Antônio Rogério Batista do Prado.

São Paulo: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva e Miranda; Ilsinho (Marlos), Rodrigo Souto (Casemiro), Jean, Carlinhos Paraíba, e Junior Cesar; Fernandinho (Rivaldo) e Dagoberto; Técnico: Paulo César Carpegiani.

Corinthians: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos (Danilo); Ralf, Paulinho, Morais (Ramírez) e Jorge Henrique (Willian); Dentinho e Liedson. Técnico: Tite.

Veja Também


Net @ - sites para internet