XADREZ SOLIDÁRIO: ONDE TODOS GANHAM

Publicado em at
275 0

Postado por Renato de Paula – http://xadrezavareeregiao.blogspot.com.br/

20160501_141405

Antigamente quando o assunto era torneio de xadrez duas coisas vinham em mente: o preço da inscrição e o valor em dinheiro dos prêmios. Em razão disso, o xadrez era considerado um esporte um tanto quanto alheio às massas, pois os valores de inscrição em geral não eram muito acessíveis a aficcionados de baixa renda. Havia um lado bom e um lado ruim nisso. O lado bom é que os torneios eram realizados em um bom nível técnico, várias vezes superior ao atual. O lado ruim era que isso não era acessível a uma boa parcela de jogadores.
De uns anos para cá essa perspectiva mudou.
Isso porque, uma forma de promover torneios de xadrez de forma diferente surgiu, agregando um imenso valor à imagem do xadrez: o xadrez solidário. E o maior expoente desse tipo de evento no Brasil sem dúvida é o CSX – Circuito Solidário de Xadrez.
Iniciado em janeiro de 2012, essa organização cuja área de atuação é na região de Campinas promoveu 47 etapas de seu circuito de xadrez rápido, cuja principal característica é o ingresso nos seus torneios por meio de fornecimento de 1 kg de alimento não perecível. Graças à sua organização, pioneirismo, seriedade e transparência, o CSX ganhou o respeito da comunidade enxadrística e seus torneios atingiam a média de mais de 100 inscritos por etapa. Em geral, suas partidas são marcadas pelo alto nível técnico e os vencedores gozam de prestígio entre os enxadristas. Tamanha a magnitude da organização que prefeituras e clubes de xadrez disputam a tapa uma oportunidade de sediar seus eventos. E o sucesso estrondoso gerou uma consequência imediata: no ano passado, a arrecadação total de alimentos do CSX ultrapassou a marca de uma tonelada de alimentos arrecadados e repassados a instituições beneficentes.
Indubitável é a imagem positiva que isso traz ao xadrez. Além do fato do xadrez em si já possuir uma boa imagem perante o público, a prática solidária agrega ainda mais valor ao produto. Um quilo de alimento não perecível possui um custo extremamente baixo e a causa social atrelada ao produto xadrez facilita a captação de patrocínio e apoio à causa, viabilizando promoção de vários torneios.
Aqui na região a realidade não é diferente: torneios de caráter solidário de xadrez acabou tornando-se a regra. Somente neste ano foram organizados na região os seguintes torneios de caráter solidário: o Campeonato Paulista do Interior de Xadrez Dinâmico em Taquarituba, a Copa Avaré de Xadrez Blitz em Avaré, a Etapa de Bauru da Liga do Enxadrista (outra liga que promove torneios solidários na região norte do Estado de São Paulo, também muito forte) e vários torneios promovidos pela LRX (Liga Regional de Xadrez) de Bauru.
A tendência é que isso se torne cada vez mais corriqueiro e que todos só tem a ganhar com essa atitude: o xadrez, que ganha mais força e com certeza as centenas de instituições que amparam os mais pobres e necessitados. É uma prova do quanto o xadrez pode ser usado como um instrumento de transformação social.

fb_img_1476618763654

Veja Também


Net @ - sites para internet